Mercado e Açougue Melo

Mercado e Açougue Melo

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

JHONATA ALMEIDA: "Pensando Alto"

Buenas!
No “Pensando Alto” de hoje, algo que podemos chamar de uma “sequencia” do texto sobre RPG de duas semanas atrás.
O RPG propriamente dito é jogado no sistema que expliquei naquele texto, porém hoje me detenho a escrever sobre o que foi minha “porta de apresentação” ao RPG: Os livros-jogo.
Um livro-jogo não é necessariamente um RPG, visto que foi desenvolvido para se jogar sozinho, por possuir bem menos regras do que o RPG convencional e por limitar as escolhas do jogador, porém se assemelha muito e é considerado um “RPG mais simples”.
Mas vamos lá; o que é um livro-jogo?
Um livro-jogo começa como um livro comum: existe uma história, um enredo e uma ambientação de personagens; até aí, tudo normal. Porém, à medida que o leitor acompanha a história, o próprio livro o convida para decidir o futuro do personagem principal, ou seja, VOCÊ que está lendo decide o que vai acontecer na história! Isso mesmo! O livro é interativo!
Posso citar como exemplo uma situação assim descrita: “Você chega a uma sala com duas portas, e uma mesa central com um baú. Você pode abrir a porta leste (vá para a referência 234), abrir a porta norte (vá para a referência 22) ou tentar abrir o baú (vá para a referência 172)” – E assim, o leitor define o caminho do personagem. Os livros são muitos e possuem várias temáticas, bem como existe um pequeno sistema de regras com dados para que o leitor “execute os combates” que o livro pode propor. É possível que o personagem colete itens e descubra informações durante a aventura, o que definirá o fracasso ou o sucesso na trilha da história.
A série de livros-jogo mais famosa do mundo se chama “FIGHTING FANTASY”, e chegou ao Brasil na década de 80 com o nome de “AVENTURAS FANTÁSTICAS”. A ideia é de dois ingleses: Ian Livingstone e Steve Jackson, responsáveis pela criação da maior parte dos livros da série, que também contou com outros autores. Originalmente, foram criados 59 livros na Inglaterra; com o passar do tempo e o sucesso crescente, a série foi lançada em 22 países e alcançou mais de 15 milhões de exemplares vendidos! Na década de 2000 houve relançamentos e a criação de livros novos, e “daqui e dali” a série hoje conta com 65 livros diferentes, sendo que 44 deles foram lançados em português (reunindo os livros de Portugal e Brasil).
Conheci a série com 11 anos, e desde então me mantenho apaixonado por esses livros. Dos 44 volumes que existem em português, semana passada minha coleção chegou a 37 exemplares!
Fantasia medieval, super-herois, ficção científica, exploração, aventuras com piratas, histórias de terror, viagens emocionantes... Venha você também para o mundo de Aventuras Fantásticas!
Cabeludo
Jhou Batera //
Jhonata Almeida

Nenhum comentário: