Solar

Solar

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

SOZINHOS SOMOS NADA

Na atual situação política num contesto geral, não é mais uma questão partidária ou de ideologias políticas, mas uma cultura da corrupção, mecanismo exercido por quem está no poder ou a busca do mesmo, onde corromper no Brasil se tornou banal, rotina, e a certeza da impunidade é um dos passaportes para a busca do poder, claro, toda regra tem sua exceção. Todos os partidos políticos brasileiros, que ao meu entendimento são um exagero de siglas, que se comprometem muito entre si sem se preocupar com nossos interesses, com isso vão pelo caminho da omissão e da corrupção para exercerem suas atividades parlamentares e o verdadeiro comprometimento desses partidos que de fato é o de exercer interesses públicos, fica em segundo plano, por instinto dominador a ânsia pelo poder ou de se manter nele fala mais alto.
Sempre tive minhas ideologias políticas, um sonhador como muitos amigos e familiares costumam dizer, pode até ser, mas acredito que tudo é possível em nossa existência desde que você tenha convicção e lute pelo que você quer. Se quisermos um país, estado ou políticas locais mais voltadas para quem de fato devem ser feitas, o povo, devemos cobrar todos nossos direitos, não ter medo ou se acomodar em cobrar, delatar, começando pelo fato de que não só querer o impeachment da presidente Dilma, já tem a experiência com Collor, derrubamos do poder, mas foi só um paliativo, para que de fato mude este caos político no Brasil, devemos exigir as reformas políticas que nunca saiu, senão só vamos trocar as siglas, temos este dever como cidadãos brasileiros, não devemos mais empurrar com a barriga, não comparando é como você ficar desempregado, alguma atitude você vai ter que tomar você não vive de vento, sonhos ou ideologias políticas, você vai ter que se alimentar pagar as contas, mas alguma atitude você vai ter que tomar. Assim é a situação do Brasil, infelizmente, independente de ser o PT ou qualquer outro partido, mas é triste a realidade do caos assombrando nossa nação.
Não podemos partir do principio de não acreditar mais nas políticas públicas, são mecanismos vitais em nossas vidas, é como não acreditar em nós mesmos, sim, quando as pessoas erram umas com as outras, sempre buscam ou tentam um entendimento na grande maioria, uns com suas razões outros com as suas e assim o mundo político, o dever de nos representarem com ética nossos direitos, nos dá também o dever e o direito de querer igualdade social de fato, respeito por aqueles que elegemos, pagamos e muito bem por sinal.
Não podemos esquecer que em 2016, temos eleições municipais, acredito ser a mais importante em nosso processo democrático, representam interesses locais, uma política mais direta a comunidade, devemos ficar atentos...
Será que as manifestações em redes sociais, teriam a mesma revolta e indiguinação quanto a que estamos presenciando no momento atual, contra governo federal e estadual, no caso de uma ma gestão local?
Ou procuramos ser mais politicamente correto, e não se comprometer por interesses próprios?
Para finalizar uma frase me despertou a atenção no face do Santiago da depressão, que retrata nosso cotidiano muito bem, gente acredito que sozinhos somos nada, mas juntos somos muitos...uma nação..
“Quem não é nada acha que é, e quem é alguma coisa é bajulado pelos que acham que é alguma coisa, mas, não são nada.”
Dilnei Martins

Nenhum comentário: