Solar

Solar

terça-feira, 7 de julho de 2015

Oposição santiaguense parece pagar depósito a situação


Se não fosse trágico seria cômico, assim é a situação do nosso legislativo santiaguense, tirando o vereador Marion que incansavelmente exerce sua oposição ao executivo, demais não existe oposição, sendo assim parece muito pouco, quase nada se aproveita ou produz nosso legislativo. A oposição parece ter pago deposito, como se diz no turfe gaúcho, ao desistir de participar de uma corrida , a largada para as eleições de 2016 já começou e vejo a oposição estagnada, parece sem vontade de apresentar um projeto inovador, sim, não basta só criticar, também é necessário um projeto inovador, parece até que estamos numa comunidade onde tudo é perfeito ou próximo da perfeição, parece que não necessitamos de nada, cada sessão é uma oportunidade de apresentar projetos em prol da comunidade, mas nada, picuinhas partidárias e uma falta de preparo até ao  dirigir a palavra na bancada e o executivo em absoluto no comando.

Precisamos de oposições que não se vendam por cargos e que sejam parceiras com a situação no que é de direito da comunidade, precisamos de políticas com atrativos ao desenvolvimento econômico, como incentivos fiscais para atrair novos investidores e incentivar pratas da casa a investir mais, gerar empregos e rendas, precisamos de vontade de se fazer política, não brincar com nosso dinheiro, sim, nosso legislativo custa alto para nossa comunidade para que ao ligar o rádio ter que escutar tanto despreparo. Chega de fingirmos que temos representantes e os nossos representantes também parem de fingir que nos representam.


Além de cobrarmos, temos que lembrar dos que realmente estão dispostos a nos representar em outubro de 2016, precisamos quebrar paradigmas, para que isso aconteça, necessitamos de novas propostas bem fundamentadas na necessidade santiaguense e no desenvolvimento regional. 

Nenhum comentário: