Mercado Melo

Mercado Melo

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Ocorrências atendidas pela Brigada Militar e Polícia Civil


PORTE ILEGAL DE ARMA BRANCA

As 13h40min de ontem (31/05 – quarta), uma guarnição compareceu na Rua Olímpia dos Santos Melo, Vila Rica, para averiguar uma denúncia.  No endereço, os policiais abordaram um homem que portava uma faca, nas mãos. Ele apresentava-se muito nervoso. Diante dos fatos, o indivíduo foi desarmado e liberado após termo circunstanciado.

FURTO ABIGEATO

As 17h10min de ontem, um senhor comunicou o desaparecimento de 08 cabeças de gado que estavam em sua propriedade.  A área rural fica localizada na localidade de Santo Onofre, interior de Unistalda. Segundo ele, no local foram encontrados marcas de pneu, aparentemente de um caminhão.

FURTO EM RESIDÊNCIA- TENTADO

Por volta das 02h20min de hoje (01/06 – quinta), uma guarnição compareceu na Rua Centenário, bairro Santiago Pompeu, para verificar um furto em residência. No endereço, os policiais encontraram um homem em cima de uma casa. Ele forçava a entrada no imóvel pelo telhado. A moradora estava trancada dentro da casa. A vítima relatou que o homem é seu sobrinho. Diante dos fatos, sob a suspeita de furto, ele foi preso e as partes encaminhadas a DPPA. 

EM SANTIAGO – BRIGADA MILITAR E POLÍCIA CIVIL APREENDEM DROGAS E OBJETOS FURTADOS

Nesta quinta-feira (01/06), Brigada Militar e Polícia Civil cumpriram mandados de busca e apreensão em duas residências no bairro Irmã Dulce. A ação envolveu agentes de inteligência, o POE/5º R P Mon, e policiais civis.
Foram apreendidas: 01 pedra de crack, 01 porção de cocaína, 27 pinos ainda vazios, utilizados para embalar cocaína, 01 balança de precisão, 02 cachimbos, bebidas de diversas marcas, dinheiro, peças de roupas com etiquetas e outros objetos provavelmente oriundos de furto. Três pessoas foram presas, dois homens e uma mulher, e encaminhados a DPPA para providências.

             PRESOS:

             Alexsandro Rodrigues, vulgo "Capinxo"
             Dalmi Vitale Rood, vulgo "Mijo"
             Ariane Garcia Lemos.

EM SANTIAGO – BRIGADA MILITAR PASSA A USAR NOVO DISPOSITIVO NÃO LETAL

Desde a segunda-feira (29/05), a Brigada Militar passou a utilizar novo dispositivo elétrico incapacitante (pistola Spark DSK 700). O objetivo é incapacitar o agressor sem causar danos irreversíveis.
O dispositivo emite ondas elétricas que agem diretamente no sistema nervoso e sistema nervoso central, causando contrações musculares e desorientação mental incapacitando temporariamente o agressor. 
Uma arma não letal é um instrumento desenvolvido com o fim de provocar incapacitação às pessoas atingidas, fazendo com que se interrompa um comportamento violento, mas de forma que tal interrupção não provoque riscos à vida desta pessoa em condições normais de utilização.

O emprego deste tipo de equipamento, por policiais devidamente treinados para seu uso, é primordial para as Forças de Segurança Pública. Isso fica mais claro ainda quando salientamos aos mais variados tipos de ocorrências em que podem ser empregadas, ou seja, desde as mais rotineiras as mais complexas, como por exemplo, a intervenção policial em uma briga familiar, ocorrências envolvendo suicidas, intervenção em rebeliões no sistema prisional, resgate de reféns, etc.

Nenhum comentário: