Solar

Solar

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Revolução Farroupilha herança de sangue


Este 20 de setembro, marca os 172 anos do fim da mais longa revolução brasileira, 10 anos, revolução Farroupilha também conhecida e tão reverenciada como a guerra dos Farrapos.

O mais impressionante que ideais farroupilhas defendidos naquela época, ainda insistem em se fazer presente nos dias atuais, liberdade, igualdade e o crescimento econômico. A taxa elevada cobrada sobre o charque gaúcho e outros produtos pelo governo central na época, foi o estopim para a revolução em 1835.

Hoje vivemos dias amargos no Rio Grande do Sul, o governo federal massacra os estados da federação com altas taxas de impostos e os repasses a cada ano que passa, são mais curtos e se ainda não fosse o suficiente o próprio governo gaúcho massacra o funcionalismo público com salários parcelados, baixa taxa de desenvolvimento econômico e nos falta segurança pública, educação de qualidade, saúde pública deficiente, um verdadeiro caos...

Na revolução farroupilha o verdadeiro interesse não era o povo em si, mas os interesses dos grandes latifundiários, que em nome da liberdade travaram uma guerra sangrenta, nos deixando como herança somente o orgulho por aqueles que perderam a vida por tais ideais de liberdade, mas não sabiam eles que tempos mais difíceis ainda estavam por vir,  hoje seguimos no mesmo tranco como diz o gaúcho, vivemos a batalha da sobrevivência econômica, descasos das elites políticas em todas as esferas governamentais e o povo perdendo suas esperanças por dias melhores.

Nos restou apenas o orgulho de ser gaúcho, mas o Rio Grande do Sul deve muito ainda aos herdeiros de Farrapos, sim, herdamos o sangue derramado nas trincheiras, pior que ainda nos orgulhamos disso tudo, mas a tão sonhada liberdade, igualdade e o crescimento econômico, ainda se faz ausente em solo gaúcho.

O conflito armado nunca foi e nunca será a melhor solução, que nas próximas eleições possamos empunhar a arma do voto, com toda a bravura e paixão, assim como nossos antepassados na revolução farroupilha que deram a vida pelo Rio Grande, para que uma nova revolução seja feita, a revolução da mudança de fato, para que possamos deixar de ser farrapos humanos, que a elite política sinta nas urnas a foça de um povo forte e aguerrido, um povo que sabe de onde veio e sabe para onde caminha.

Um ótimo feriado de 20 de setembro, que possamos refletir mais nesta data, sobre o verdadeiro sentimento Farroupilha e o que representa ser gaúcho, como diz a letra do hino. Povo que não tem virtude acaba por ser escravo!

Viva o Rio Grande do Sul!!...    

Nenhum comentário: