Solar

Solar

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

LEGISLATIVO DE SANTIAGO AINDA NÃO É 100% A FAVOR DAS CPIs



Acompanhei a seção da câmara pelo radio, não pude estar presente devido a compromissos, pelo que deu a entender, o legislativo aprendeu que baixaria não faz parte do processo democrático e que a casa representa bem mais que isso, em cada manifestação ouve o cuidado de levar as reinvindicações de forma mais elegante quanto ao uso da tribuna, claro vereador Bianchini como sempre foi um caso a parte, de forma ponderada, mas enfática, sentou a ripa no executivo, citando as CPIs e os mais de 100 mil investidos pelo executivo em verbas de comunicação social na Radio Santiago e Central FM, falta de recursos aos produtores rurais, pendências junto a Corsan que precisam de resposta e que as CPIs mesmo que forem contra a ele será defendida por ele, surpresa foi o vereador Arlindo que disse não andar a cabresto referindo-se ao vereador Bianchini, segundo ele segue suas próprias opiniões.
No resumo achei bom esse debate à única coisa que me chamou a atenção foi o fato de vereadores que assinaram a favor das CPIs estarem se justificando na tribuna o porquê de suas assinaturas, acho não ser necessário, esse papel cabe a quem não assinou a favor, afinal todos foram eleitos e estão na casa para fiscalizar o executivo e legislar e que isso sirva de alerta aos santiaguenses.
Pergunta a ser analisada:
Por que todos os vereadores não assinaram a favor das CPIs propostas na casa?

Nenhum comentário: