Solar

Solar

segunda-feira, 4 de maio de 2015

A EDUCAÇÃO PEDE SOCORRO

                                                                       Foto:Daniel Castellano
Um saldo de pelo menos 200 pessoas feridas no confronto entre professores e policiais militares em frente a Assembléia Legislativa do Paraná. Os professores em greve protestavam contra um Projeto de Lei que altera a Previdência Estadual.
Lamentável, desnecessário e totalmente inaceitável  tamanha violência, uma verdadeira barbárie cometida pela PM do Paraná, parecia mais um cenário de guerra, nem as crianças foram poupadas, muitas passaram mal  por causa do gás lacrimogêneo utilizado pelos policiais.
Inadmissível professores desarmados a mercê de policiais munidos de escudos, bombas de efeito moral, spray de pimenta, balas de borracha e gás lacrimogêneo.
Em meio a este cenário de guerra os nobres deputados votavam o Projeto, pelo visto sem se incomodar com o que estaria acontecendo.
Mesmo com a aprovação do projeto a greve dos servidores públicos do Paraná deve continuar, ficando provavelmente para a próxima semana nova assembléia da categoria para definir os rumos da greve
         Noeli Machado                                 

Nenhum comentário: