Solar

Solar

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Collor chama procurador-geral de “Filho da puta”



O ex-presidente Fernando Collor chamou Rodrigo Janot, procurador-geral da República, de “filho da puta” durante um pronunciamento na última quarta-feira.
O senador requisitou o espaço para se defender das acusações de que um grupo próximo teria recebido R$ 26 milhões do propinoduto da Petrobras, a partir de negociações da BR Distribuidora.
A ofensa foi proferida quando Collor recordava “o espetáculo midiático” relacionado à apreensão de seus carros de luxo, em julho.
“As empresas têm contrato social, estão devidamente registradas na junta comercial, tem suas atividades de acordo com o que define a legislação. Se existem parcelas em atraso é uma questão comercial que diz respeito a mim e ao credor, não podendo em tempo algum, sob o risco de uma grave penalização judicial a quem afirma, que tal atrasos se devem a recursos escusos. Afirmações caluniosas e infames”.

Nenhum comentário: