Solar

Solar

sábado, 10 de junho de 2017

Jhonata Almeida: "Pensando Alto"

Buenas!

No “Pensando Alto” de hoje, transcrevo um texto que fiz em homenagem a Fernando Lucio da Costa (o Fernandão), ex-jogador do Sport Club Internacional que faleceu dia 7 de junho de 2014 em um acidente aéreo, em Goiás. Na íntegra:
“Buenas...
Era um sábado, cedo...Eu não precisava ir ao escritório e estava dormindo quando o telefone tocou...
"Oi, mãe, o que houve pra senhora me ligar a essa hora?"
"Tu nem sabe quem morreu..."
Saudades, cara. Naquele dia, eu realmente senti que havia perdido alguém próximo a mim. E ainda sinto...
Quem me conhece sabe que eu já colecionava as fotos e vídeos, as homenagens, que fazia pesquisas sobre a tua carreira muito antes daquele acidente e que sempre te admirei como pessoa e como atleta. Mesmo antes da data em que tu partiste, eu já dizia que tu era e pra sempre seria o maior ídolo, ícone, personalidade e figura da história do Inter. Que exemplo, cara, sério...Que exemplo que tu foste e sempre serás. Respeito, caráter e a fusão perfeita do profissionalismo com a paixão. Um goiano envolto na bandeira do Rio Grande do Sul... Que cena, cara!
Eu brincava com o fato de que eu também sou de peixes (do dia primeiro, tu és do dia 18 de março), cabeludo como tu e colorado, além de que tu também jogavas Truco e era fanático por carne.
Sempre digo que um ídolo "morre" duas vezes: quando deixa nosso time e quando nos deixa de verdade. Porém, tu és muito vivo na lembrança dos colorados e amigos por tudo que fizeste, representaste e sempre simbolizarás, seja quando revemos os gols, quando escutamos as narrações, quando assistimos às entrevistas apaixonadas que tu davas ou quando vemos pessoas que conviveram contigo dizendo o quanto tu eras especial fora dos gramados.
Que tu estejas em paz e perto de Deus.
E...novamente...que saudade, cara.”


Cabeludo
Jhou Batera //
Jhonata Almeida

Nenhum comentário: