Solar

Solar

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

COLUNA JHONATA ALMEIDA: "Momento Musical"

Buenas!

No Momento Musical de hoje, um tema no qual estou diretamente inserido e sobre o qual tenho inúmeras observações a fazer: ensino de Música nas escolas.

Trabalhar com Música é um desafio constante...E digo isso tanto pela questão financeira quanto pelo lado do reconhecimento... Normalmente, as pessoas possuem uma visão “extremista” dos músicos: ou são estrelas absolutamente reconhecidas ou são “vagabundos”... Ou todo mundo conhece ou ninguém conhece... Sempre digo que mídia e exposição massiva não têm nada a ver com talento... Muitas vezes o cara que toca ali na rua quando o semáforo fecha é muito mais talentoso do que o outro que está na TV... Estar na mídia não é sinônimo de ter qualidade, e as pessoas confundem isso... Agora, sobre ser professor de Música...

Uma das coisas interessantes de se observar é quando criticamos ou observamos erros de alguém famoso... Muitos nos olham com uma cara de “quem ele acha que é pra criticar o Sr. Fulano?” – E sobre os comentários de quem recrimina a profissão de professor de Música? No meu caso é interessante... Eu sou bacharel em Direito, mas parei de atuar na área há dois anos... Também trabalhão em sala de aula com outras áreas, mas vejo que o professor de Música sofre opiniões “8 ou 80”, do tipo: ou tu és um “simples monitorzinho que complementa o currículo” ou então como “o cara que sabe ensinar o que ninguém mais sabe”... Claro que nessa segunda situação a gente se sente bem, mas eu gostaria apenas que tivéssemos um reconhecimento à altura do que merecemos. Nem mais, nem menos.

Música nas escolas é algo que pode mover montanhas. Sou suspeito pra falar porque trabalho com isso, mas vejo a evolução que muitos alunos demonstram desde cedo, e a mudança provocada naqueles mais velhos, e quando digo isso não me refiro apenas aos resultados musicais: um aluno envolvido com Música rende mais em vários aspectos.

Lembro de uma aula em que apresentei a canção “Debaixo dos Caracóis dos seus Cabelos” a uma turminha de primeiro aninho do fundamental: falei sobre ditadura, sobre exílio, sobre amizade, sobre política, sobre o “Tio Caetano”, tudo na linguagem deles e com “exageros” ou “eufemismos” bem calculados anteriormente... O mais lindo foi vê-los depois, contando pra “profe” tudo que eu havia ensinado a eles, com seus palavreados característicos e com brilhos nos olhos, no alto de seus seis ou sete anos de idade...

Acredito, sim, que a Música nas escolas pode mudar várias realidades...
Acredito estar “salvando” várias gerações com aquilo que levo a eles, e tenho orgulho do que sou e faço...
Não é fácil, mas é um trabalhão lento, delicado e árduo...
Mas é lindo... Cativante... Divino...
Jhou Batera //
Cabeludo

Jhonata Almeida

Nenhum comentário: